terça-feira, maio 23, 2006

Silêncio


Preciso dum silêncio. Longo. Completo.
Que não cesse. Me encha os ouvidos, a cabeça, o pensamento.
Sem música, luz, cor, dor, memória.

Preciso duma aragem que me soe a vendaval,
um por de sol que me encandeie,
um aroma de verão que me corte a respiração.

Preciso de calar o mundo.
Interditar. as Palavras. Todas.
Sem excepção.

E ouvir apenas o meu bater de coração,
e a tua respiração
junto a mim... breve e serena.

Sabes, hoje estou um pouco mais cansado,
um pouco mais velho,
hoje está a custar um pouco mais os silêncios preenchidos.

Sem comentários: