quinta-feira, junho 01, 2006

improviso à chuva

O cigarro queimava lento. Sem pressas.
Tinha ainda tempo até ao próximo.
As portadas iam batendo com força... ah, se fazia vento lá fora.
E até mesmo aquela chuva chata.
Que os carros parados à sua porta recebiam.
Uma travagem molhada. Mas sem cheiro a pneu. Que a janela não se sabia aberta. Não conseguia olhar. Estava na outra esquina. O carro, e ele.
A porta discreta abria. A da rua.
E ele ia ouvindo os passos. De timbale. A subir os degraus tortos.
Quem seria?
Já não sabia esperar alguém. Preparar-se... e... Receber.
Os degraus continuavam mexidos. E ele sentado.
O relógio batia os segundos. E ele sentado. E os degraus mexidos.
O relógio. Ele. Degraus. Ele. O relógio. Os degraus. Degraus. O ele. Degraus. Relógio. O relógio. O. Os. Ele. Relógio. Degraus. Ele. Ele, o relógio degraus. Mexidos, sentados continuados.
Suava já.
tic tac tic tac tic tac tic tac. Caíam as gotas sobre as pernas imóveis. tic tac tic tac.
tic tac tic tac tic. Caíam as gotas tic tac tic tac tic nos carros parados.
tic tac tic. Caíam os passos nos degraus tic tac tic tac cansados. tic tac tic tac tic tac tic tac.
tic tac tic tac tic tac tic tac tic tac. O relógio. Que não parava.
Atirou o relógio lá para o fundo do quarto, ou da sala. O que interessa isso.
E não parou a chuva, nem o relógio tic tac tic tac tic tac nem os passos, nem o coração.
Partiu a janela.
E não parou a chuva, nem o relógio tic tac tic tac tic tac, nem os passos, nem o coração.
Agora chovia dentro de casa. Muito. Os pés estavam empapados.
Em breve momentos. tic tac tic tac. Ou seria mais tempo?
Quanto tempo?
Devia ter contado o tempo. Os segundos. Se calhar até contou.
Só que os passos... Os passos? Quais passos? Não se ouve nada lá fora. Nem os passos! Mas havia passos, não havia?
Ou era a chuva?
Lembrava-se de um tic tac tic tac... mas podia ser daquele relógio antigo que a mãe lhe colocava ao lado quando dormia a sesta.
Tinha os pés empapados. Por causa do suor. A mãe punha muitos cobertores. Nunca gostou disso.
Mas havia os passos, não havia?

Sem comentários: