terça-feira, outubro 16, 2007

Amor! Essa bonita palavra cristã...

DN - Na sua opinião, uma mulher que é agredida pelo marido deve manter o casamento ou divorciar-se?

Depende do grau da agressão.

DN - O que é isso do grau da agressão?

Há o indivíduo que bate na mulher todas as semanas e há o indivíduo que dá um soco na mulher de três em três anos.

DN - Então reformulo a questão: agressões pontuais justificam um divórcio?

Eu, pelo menos, se estivesse na parte da mulher que tivesse um marido que a amava verdadeiramente no resto do tempo, achava que não.

Reitor do Santuário de Fátima, Luciano Guerra,em entrevista ao DN 13/10/07

Sem comentários: