sexta-feira, novembro 09, 2007

“Assim se faz TV por cá”…

O canal 3 teve na segunda-feira um debate muito interessante sobre La France d’Astérix resiste t’elle toujour?
Um programa bem moderado e com convidados interessantes sobre a temática da mudança dos tempos. A França é o país das revoluções, mas também o de alguns atrasos significativos. Que vantagens poderia haver em uma pequena aldeia Bretanha na ficar cercada pelos romanos? Eles que trouxeram o melhor, também o pior claro, da cultura grega e de modernismo para a época. Que vantagens há em se questionar tanto o Maio de 68 na actualidade? Quando é evidente que foi essencial para a mudança das mentalidades em França, mas também enquanto influência para outros jovens europeus.
Num país de futuro o seu passado marca demasiado no presente…

Que prova maior disso senão o programa de ontem da TF1 sobre França e os Judeus.
Uma recolha e análise da história recente da França e da comunidade judaica, baseada em entrevistas de dirigentes políticos, excertos de noticiários, etc. Partindo do governo de Vichy e do seu apoio à solução final dos nazis, passando pela constante proximidade francesa à causa palestiniana no incontornável conflito israelo-árabe, ou pela forma como o estado francês não soube controlar os ataques a mesquitas e à comunidade judaica em 2000, e terminando com a referência a um programa de 2003 onde um sketch humorístico (o autor esteve mais tarde presente num comício da FN) gozava com a figura de um judeu, é comprovado a forma como as diferentes presidências francesas até Chirac não apoiaram a comunidade israelita.
Mesmo não concordando com algumas das referências feitas, fica a ressalva para um programa muito bom e bastante bem documentado.

Sem comentários: