sexta-feira, janeiro 18, 2008

O mundo de Menezes...

Revendo a tese dos seis ladrões que apresentei na Quadratura a propósito da teoria dos comentadores de Menezes. Seis ladrões assaltam um banco. Segundo Menezes a fórmula correcta para o assalto é a de três ladrões serem do PS, dois do PSD e o terceiro um híbrido, cabeça do PCP, corpo do PP, pernas e pés do BE. Dos três do PS, dois devem ser "ortodoxos" e o outro "segurista", "alegrista", ou seja heterodoxo. No PSD, um e meio devem ser "ortodoxos" e meio Marcelo Rebelo de Sousa. Dos pequenos não cuida, podem ser o que quiserem, policromados. Aplica-se à banca, ao pessoal municipal, aos pilotos da TAP, aos croupiers dos casinos, aos ajuntamentos na rua de seis pessoas. Sem esta fórmula correcta, revista de quatro em quatro anos, não há direito a existir.

Pacheco Pereira in Abrupto

Sem comentários: