segunda-feira, maio 05, 2008

Democracia por etapas...

Bandeira in DN, 05 V 08, acerca do estudo da ONG Demos sobre a qualidade da democracia nalguns países da UE.

Realce ainda para a opinião de Vital Moreira presente no Causa Nossa em relação aos resultados deste estudo que transcrevo uma parte de seguida:

De facto, o estudo que serve de fonte à referida notícia utiliza uma noção muito abrangente e pouco comum de democracia -- a
"democracia quotidiana" --, no qual a "democracia eleitoral e procedimental", ou seja, a democracia política, constitui somente um dos seis itens da grelha de análise. Ora, quanto à democracia politica, Portugal aparece bem colocado, justamente a meio da tabela, entre as antigas democracias europeias e as mais recentes. É nos demais critérios, relativos à democracia na sociedade e nas instituições, que Portugal fica sistematicamente abaixo da sua posição quanto à democracia política.

Como é referido por Vital Moreira e em parte do artigo do DN os resultados negativos de Portugal encontram-se sobretudo no plano da participação cívica dos portugueses no que pode ser visto ainda como a pesada herança de uma ditadura "castradora" como a que tivemos durante tantos anos. Ou seja como é regularmente referido em diversos papers de sociologia politica após a consolidação da democracia politica e partidária passam-se para os planos seguintes: participação cívica; interesse por causas globais como o ambiente; etc.

Sem comentários: