segunda-feira, junho 09, 2008

o Euro por cá

Grupo B

Áustria – Croácia 0-1

A Áustria apresentou-se como se previa com um futebol muito físico sobretudo em comparação com o croata. Prova disso uma expulsão, por agressão, que ficou em claro aos 28 minutos. O conhecido Linz e Ivanschitz foram na primeira metade os mais esclarecidos num futebol claramente directo. Do outro lado a Croácia procurava trocar a bola e o penalty logo nos primeiros minutos ajudou o esquema montado pelo seu treinador. Os últimos 5 minutos da primeira parte mostraram mais Áustria, com o avolumar de jogadas sucessivas do seu capitão, enquanto a Croácia só reagia por Olic.
No segundo tempo a equipa da casa fez um jogo mais apoiado e os lances de perigo sucederam-se. Destaque negativo para o facto de a partir dos 65 minutos grande parte dos jogadores croatas estarem arrasados fisicamente. Até ao final, no entanto, não houve alterações no marcador e tal como no outro jogo dos organizadores fica uma pequena ideia de injustiça.

Alemanha – Polónia 2-0
A Alemanha é uma das favoritas à vitória final, e em campo mostrou desde o primeiro minuto esse estatuto. A Polónia vinda de uma fase de qualificação bastante positiva denotou algumas dificuldades em controlar os jogadores alemães mais avançados e o seu meio campo pressionante. Destaque especial para o facto de a Polónia ter tido sempre uma postura ofensiva o que tornou um jogo aberto com oportunidades de parte a parte. Podolski, tal como no último mundial, mostrou que é um dos melhores avançados do mundo e os dois golos neste jogo serão certamente apenas os primeiros de vários neste europeu. Um aspecto apenas a realçar na vitória justíssima dos alemães é que os dois golos resultaram de lances de contra-ataque e uma equipa campeã tem que ser também capaz de marcar golos em lances de ataque continuado.

Sem comentários: