segunda-feira, junho 09, 2008

o Euro por cá

Grupo C

Roménia – França 0-0
Primeiro empate do Europeu. Justo. A Roménia não quis mais e a França não conseguiu concretizar as poucas oportunidades que teve. A França até entrou com uma boa troca de passes mas sem perigo evidente. A equipa romena foi sempre muito defensiva mas sem sequer estar bem posicionada. Em relação ao jogo o primeiro canto foi aos 22 minutos, o primeiro canto perigoso aos 32, e o primeiro lance de claro de golo aos 42 quando um romeno quase fazia auto-golo… é preciso dizer mais sobre a primeira parte? A segunda parte foi na mesma toada França ofensiva mas sem grandes lances de perigo. A situação só melhorou com a saída de Anelka e Benzema e entradas de Nasri e Gomis. A Roménia jogou a partir dos 80 minutos com 11 jogadores no último terço… é preciso dizer mais alguma coisa? É… na Roménia além de pedintes também há ladrões… hoje foram 2 pontos à França.

Holanda – Itália 3-0
Melhor jogo do Euro 2008. Muito aberto e sobretudo com jogadores muito evoluídos tecnicamente. A vitória sorriu à juventude contra a equipa da experiência. Os lances de perigo caíam para um lado e para o outro a grande ritmo. Van der Vaart, Sneijder, Pirlo criaram um jogo perfeito. Mas mais perfeito para a Holanda que chega ao golo (26 ça min) num fora-de-jogo claro de 2 metros. Cinco minutos depois van Bronckhorst corta a bola na linha e avança para o contra-ataque que termina no 2-0. Assim… sem espinhas. Aos 42 min um passe de outro mundo de van der Vart só não fica para a história como uma assistência porque Buffon faz o impossível. Após o intervalo a Itália entra em força e com ritmo mas não consegue chegar com perigo claro. Uma expulsão de Materazzi perdoada logo aos 48 minutos. Aos 53 minutos há uma alteração táctica da Itália para compensar a modificação da Holanda que passara de pressão alta individual para uma defesa à zona. Mais do que isso foi a entrada de Del Piero que levou a uma redução dos espaços entre as linhas do meio campo e ataque e o abandono do meio campo à Milan com jogadores de características muito semelhantes. Entre os 75 e 80 os lances de perigo para a Itália seguiram-se e parecia claro que o golo ia surgir… e surgiu o 3-0 para a Holanda num lance de ataque muito bem conduzido e que contou ainda com outra defesa impossível de Buffon. Conclusão: Vitória justíssima da Holanda que embora privada de alguns grandes jogadores venceu este excelente jogo. E parece que temos o 3º grande candidato ao Europeu.

1 comentário:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.