segunda-feira, julho 14, 2008

Saga - Ópera Extravagante


És tu primavera que eu esperava,
a vida multiplicada e brilhante,
em que é pleno e perfeito cada instante.

Pudesse eu não ter laços nem limites
ó vida de mil faces transbordantes
pra poder responder aos teus convites
suspensos na surpresa dos instantes.

in Saga - Histórias da Terra e do Mar de Sophia de Mello Breyner Andresen
fotografia de Susana Chicó

Sem comentários: