quarta-feira, janeiro 07, 2009

um doce aniversário com sabor a mousse lacónica

Há 1096 dias ou 616 posts atrás surgia o nem vale a pena dizer mais nada... Na altura não houve nenhuma lista de razões ou motivações da sua génese. Na realidade nem tinha que haver...
O meu primeiro post era sobre o presente, que nem sequer chegou a virar futuro. Podemos mesmo dizer que esse futuro virou à direita. Mas, esse presente passado continua presente, hoje, em cada post que religiosamente posto dia-sim dia-não ou dia-sim dia-sim ou dia-não dia-não.
Porque o blog está sempre presente na minha cabeça mesmo quando não lhe chega nenhuma palavra. Mesmo quando não sei quem o lê. Mesmo quando não sei quantos o lêem. Pois se fosse mesmo acreditar nestas ferramentas de contagem há muito que pensaria que era mais famoso que o "zé dos plásticos".
O que conta neste blog é ter um espaço para que me leiam os textos, os poemas, as fotos ou os textos, poemas e fotos doutros. Mas, acima de tudo serve para que escreva e que leia o mundo todos os dias. O meu mundo e o doutros.
Desculpem, mas hoje sinto-me de parabéns. Por não ter deixado cair mais este "projecto" na caixa dos "já volto" sem fim...

Sem comentários: