quinta-feira, fevereiro 19, 2009

é melhor não pregar em casinos

No Casino da Figueira, o cardeal Saraiva Martins disse que a homossexualidade "não é normal". E justificou, assim: "Não é normal no sentido de que a Bíblia diz que quando Deus criou o ser humano, criou o homem e a mulher. É o texto literal da Bíblia, portanto esse é o princípio sempre professado pela Igreja" - fim de citação. A Igreja a que se referia o cardeal Saraiva Martins é a Católica e esta habituou-nos a não interpretar a Bíblia à letra como certos evangélicos. Mas, anteontem, no casino, o cardeal preferiu apostar numa Bíblia à Corão dos radicais (se está escrito no livro sagrado é assim e acabou). Foi aposta arriscada. A Bíblia, mais do que apontar o dedo a anormalidades, é um belo e inspirador livro gabando-as: ele é o ecologista com barbas que enche um barco com animais em extinção, ele é o abrir as águas do mar com um gesto... E, sobretudo, citar as páginas iniciais da Bíblia como doutrinárias em sexualidade, se afasta os homossexuais do início do mundo (de facto, nada consta nessa matéria em relação a Adão e Eva) já nos desarma, sobre o incesto. Se a leitura for literal.

Ferreira Fernandes in DN, 19 Fev 2009

Sem comentários: