sábado, junho 06, 2009

Bom vento de Espanha

O Instituto Cervantes lançou uma campanha para escolher, a 20 de Junho, as palavras mais bonitas em espanhol. Além delas, pede contributos de palavras que precisam de ser inventadas. Eis um concurso mais útil e prudente que o das maravilhas portuguesas no mundo. Mais útil porque o espanhol é o principal instrumento da presença de Espanha no mundo, como o português o é para Portugal. Mais prudente porque a língua já foi apossada por cada um dos povos por onde passou, não é controversa, enquanto as pedras dos monumentos lembram que alguém as carregou contrafeito (já há protestos por as maravilhas portuguesas não terem sido construídas por pedreiros com subsídio de férias). Infelizmente, não nos podemos adiantar à brilhante ideia do Instituto Cervantes e, já a 10 de Junho, elegermos as nossas palavras mais belas e também as que precisam de ser inventadas. Lamento ainda não ter, nas próximas eleições municipais, a palavra justa - alcaide? maior? camarão?... - que me livre do demasiado longo "presidente da Câmara" que não cabe nos títulos dos jornais. Fica para o ano?

Ferreira Fernandes in DN, 6 Junho 09

Sem comentários: