quarta-feira, julho 01, 2009

Madoff merecia lei de Talião

Bernard Madoff fez investidores perder 30 mil milhões de dólares, a maior fraude financeira de todos os tempos. Bernard Madoff, aos 70 anos, apanha 150 anos de prisão. Sempre um exagerado com os números, este Madoff. A lei de Talião (de onde vêm a portuguesa retaliação) costuma adequar a pena com o crime e os Estados Unidos têm uma tradição, nem sempre oficial, do olho por olho. Por exemplo, o assassino Jesse James encontrou um Bob Ford que o baleou, o pistoleiro Wild Bill Hickok caiu sob as balas de Jack McCall e Lee Oswald foi morto por Jack Ruby. Nos actos de Ford, McCall e Ruby (cada um deles julgando-se justiceiro) houve a intenção de reconhecimento social, uma das características da aplicação das leis - é bom que o povo sinta a sentença como sua. É aí que falha mandar Madoff para uma cela. Ele vai, e até 150 anos, mas não me sinto vingado. Era preciso encontrar um esquema em que ele fosse constantemente burlado. Ele devia ser obrigado a comprar carros com motor martelado e casas sem licença de habitação, obrigado a jogar na vermelhinha e a casar com noiva que não aparecia no altar... E, já agora, deviam obrigá-lo a votar em Portugal.

Ferreira Fernandes in DN, 1 Julho 09

Sem comentários: