quarta-feira, agosto 26, 2009

Esquerdireita

A esquerda da minoria da direita a maioria
Do centro espia a minoria
Da maioria de esquerda
Pronta a somar-se a ela
Para minimizar
Numa centrista maioria
Mas a esquerda esquerda não deixa.
Está à espreita
De uma direita, a extrema,
Que objectivamente é aliada
Da extrema-esquerda.


Entretanto
Extra-parlamentar (quase)
O Poder Popular
Vai reactivar-se, se...


Das cúpulas (pfff!) nem vale a pena
Falar, que hão-de
Pular!


Quanto à maioria de esquerda
Ficará – se ficar – para outro poema...

Alexandre O´Neill in Anos 70 – Poemas Dispersos

Sem comentários: