terça-feira, agosto 11, 2009

não gostava de estar na tua posição

não gostava de estar na tua posição.
uma alma penada entre os tic tacs do tempo.
presa ao passado
sem noção do presente.
ser um arrasto prolongado feito disparo de máquina antiga.

não gostava de estar na tua posição.
folha queimada que insiste em não cair
e evita beijar o chão.
de outras como tu.

não gostava de estar na tua posição.
evitando o contacto com o mundo.
desligando telefones, rasgando cartas, ensurdecendo palavras,
escutando, apenas, as tuas próprias ideias.

não gostava de estar na tua posição.
ontem. agora. amanhã.
mas vou estar aqui. p'ra ti.
como te prometi no nosso casamento.

1 comentário:

Anónimo disse...

Obrigadinha...