quarta-feira, outubro 21, 2009

cidadania confessional

«Euro-deputado exorta Saramago a renunciar à cidadania».
Mesmo que as declarações de Saramago sobre a Bíblia constituíssem uma blasfémia -- o que só espíritos sectários podem pretender --, ainda assim, o que é que isso tem a ver com a cidadania portuguesa? Existirá porventura uma regra secreta segunda a qual a crítica da Bíblia é incompatível com a nacionalidade portuguesa?
Nem Salazar ousou tal...


Vital Moreira in Causa Nossa

Sem comentários: