domingo, outubro 18, 2009

das minhas dúvidas

the end of art.
the end of history.
the end of the end?

a minha mais recente dúvida para ser pensada nos próximos tempos prende-se com o hábito das ciências sociais de quererem matar conceitos. como se Hegel ao matar a arte ou Fukuyama ao matar a história - a título de exemplo - garantissem a ideia de ruptura com o pensamento de até então. a ruptura a existir surge com a aceitação e implementação posterior da tese defendida e não com a definição de fim de vida do conceito anterior. de qualquer forma espero com especial interesse a aula de Bragança de Miranda sobre o fim da arte e a posterior expansão da arte...

Sem comentários: