quarta-feira, outubro 21, 2009

do cinema

Não há um comboio na tua direcção. Não há medo. Há um confronto inesperado. Do teu olhar e dos delas. Porque “a peça principal do tabuleiro é o engano” e engano é pensar que se vê um filme sobre alguém que não nós próprios. Uma viagem a mundo onde não há culturas diferentes. Só há um amor. De Cinema.

a partir de Shirin de Kiarostami, 2008

Sem comentários: