quinta-feira, novembro 12, 2009

"mas nós estamos só a experimentar"

A experimentar o criar ou o saborear?

Muito para lá do amor, ódio, guerra e paz, há na cozinha um reflexo do mundo que há muito se dividiu entre os que defendem a originalidade e singularidade como objectivo final e os para quem a perfeição reside na descoberta da tese/lei que garanta a previsibilidade do mesmo.

O confronto dos chefes  Gonçalo Waddington e Tiago Rodrigues aos olhos de um documentário sobre o grande restaurante Cópia é bem mais do que isso. É uma alheira feita questão. É um questionamento do mundo enrolado entre carnes de aves de caça ou de aviário. Ou não fosse a alheira mentirosa. Ou não fosse o mundo mentiroso.

O texto dos dois actores e de João Canijo é um interessante exemplo da herança de Gil Vicente. Rindo, e muito se ri nesta peça, se criticam costumes. Criticam-se e questionam-se concepções do mundo. Formas de pensar a cozinha, a arte, a criação no seu sentido mais lato.

A presença de verdadeiros cozinheiros na primeira parte,  as receitas disponibilizadas por importantes chefes portugueses e uma cenografia onde a câmara em directo retransmite o que se passa na cozinha, reacções de cozinheiros e a elaboração dos próprios pratos transformam esta peça numa das mais agradáveis surpresas do ano. Claramente uma das mais animadas.

Um último e importante destaque para a qualidade do desempenho dos dois autores. Excelente. Realista. Simples.

Texto Gonçalo Waddington, João Canijo Tiago Rodrigues Encenação e Interpretação Gonçalo Waddington Tiago Rodrigues Dramaturgia João Canijo Colaboração artística Thomas Walgrave Consultoria Diana Carvalho Frederico Ribeiro Produção Magda Bizarro
Assistência 
Mariana Sampaio Gonçalves Entrevistas e colaboração na pesquisa Carme Ruscalleda (Restaurante Sant Pau), Juan Mari Arzak(Restaurante Arzak), Martín Berasategui (Restaurante Martín Berasategui) e Santi Santamaria (Restaurante Can Fabes) Fotografia do cartaz Rita Carmo Residência de criação Espaço Alkantara

in Teatro S. Luiz, 5 a 22 Nov

Sem comentários: