quarta-feira, novembro 25, 2009

mínima d'ontem

o que há de mais surrealista no movimento surrealista português, é que, no fim de contas, ele nunca existiu.

Alexandre O'Neill

Sem comentários: