quarta-feira, maio 05, 2010

no fim de noite há um principio de manhã

no fim de noite há um principio de manhã.
há todo um mundo de diferença entre nós
e, contudo, eu sei que estás aqui bem perto.
tenho até a certeza de que estás aqui para me fazer festas. e sabes que gosto disso. e sabes que gosto de certezas.
vou-me deitar.
eu sei que tu acordas logo depois.
é assim que o tempo se movimenta neste espaço que não é nosso.
é assim que eu sinto que
no fim de cada noite
há sempre um principio de manhã.

Sem comentários: