quinta-feira, junho 24, 2010

o mundial por aqui (as decisões dos grupos A-D)

México - Uruguai (0-1)
França - África do Sul (1-2)
Um grupo feito de vitórias. O Uruguai está de parabéns, pois é o vencedor justo do grupo. O México pois foi claramente a segunda melhor equipa e fez alguns bons jogos que lhe permitiriam sonhar com o futuro se ele não passasse pelos pés de Messi. A África do Sul está de parabéns porque fez um último bom jogo e porque entrou para a história como a primeira equipa a não passar a fase de grupos. A França está de parabéns porque mostrou a muitos países experientes e menos experientes como não se prepara uma competição. Tudo começou com a mão de Henry, seguiram-se as prostitutas de Ribéry e Benzema, as críticas da secretária de estado do desporto aos luxos da selecção, depois os insultos a Domenech, os empurrões no avião, a discussão agressiva entre Evra e um preparador físico, a expulsão no último jogo, um Saltillo mas ao mais alto nível. Acima de tudo uma lição. Não posso esperar pela conferência de imprensa desta semana... ah e no meio disto tudo Sarkozy prometeu um amplo debate sobre o futebol em França. Deve servir de muito...

Grécia - Argentina (0-2)
Nigéria - Coreia do Sul (2-2)
Sul-Americanos, pois claro, e asiáticos. A Grécia faz um mundial fraco, mas isso também não é surpresa nenhuma. Há que ver que os deuses só podem estar loucos uma vez na vida duma selecção. A Nigéria é hoje uma equipa muito pior que a dos anos 90, no entanto e apesar de ter mostrado alguns bons pormenores devia ter aproveitado melhor o apoio que teve nas bancadas. Sul coreanos apresentaram uma boa equipa e merecem a passagem, mas sejamos sinceros não merecem muito mais do que isso. Finalmente, a Argentina... se isto é assim com Maradona imagino com um treinador à séria. Ao menos coração e garra não faltará... Um candidato.

Eslovénia - Inglaterra (0-1)
Estados Unidos - Argélia (1-0)
A história faz-se de momentos infelizes e ridículos, este grupo não foi assim tão diferente. A Eslovénia partiu em primeiro no grupo para a última jornada e a Argélia como um conjunto de individualidades em tudo superiores aos EUA, e contudo ambos souberam estragar tudo. Creio que não é difícil apontar este grupo como a principal surpresa até ao momento... Estados Unidos em primeiro, a sério? Realmente foram os mais pragmáticos, e até podiam ter levado 9 pontos... Inglaterra pode vir a ser uma das favoritas como vaticinei no início do campeonato mas agora já eu duvido mais. Muito mais. Falta-lhes algo... Barry no meio-campo? Dificilmente passam o próximo jogo. O Zahovic era um excelente jogador. Que visão e leitura de jogo, mas pouco percebe de futebol de sofá, porque se percebesse viria que até havia ali equipa mas faltava experiência e cabeça. Tal e qual como no caso da Argélia, que podia ter feito tanto e sai apenas com um ponto. E vão 8 jogos sem marcar golos. E assim complica. Muito.

Austrália - Sérvia (2-1)
Gana - Alemanha (0-1)
De que serve ganhar à Alemanha e pôr meio mundo a desconfiar do valor dessa equipa se depois não se ganha a uma das potências do rugby? Claro que a Sérvia pode (e deve) queixar-se do árbitro, mas não foi só isso. Faltou... maturidade e experiência. Onde é que já vi isto hoje?
É possível viver sem Ballack? É, mas não é a mesma coisa. E nem é muito pior. É só diferente. Sobretudo porque surge o sempre tapado Ozil, e porque Lahm é um senhor capitão. Perde-se um jogador e ganha-se uma equipa. Para eliminar a Inglaterra chega perfeitamente, e depois disso?
Quanto ao Gana, será muito provavelmente a única equipa africana a seguir em frente e merece-o. Como já o merecera há quatro anos, e porquê? Porque é a mais equipa de todas elas. Porque tem muitos jogadores tecnicamente evoluídos e um maior equilíbrio táctico. Não me surpreendia assim tanto se ganhasse aos Estados Unidos.

Sem comentários: