sexta-feira, julho 30, 2010

assim

O problema é quando chegamos a este ponto. Assim. É uma palavra dura esta. Assim. Estamos assim. E não queríamos. Eu e tu a trocar acusações, esquecendo como tudo começou. Assim. Eu vejo o teu negro, tu vês o meu breu, e no meio da escuridão esquecemos que o amor é branco e puro. E era apenas assim que devia ser. Assim como numa história de final feliz.

Sem comentários: