segunda-feira, setembro 27, 2010

silenciar o silêncio

hoje só me apetece calar as palavras. amordaça-las de surpresa. fazê-las refém dos meus desejos tristes. sim , porque há desejos impregnados de tristeza e melancolia. sim, porque são os sonhos do dia que sei que não chegará que me ensurdecem no silêncio que me rodeei.

Sem comentários: