sábado, setembro 11, 2010

uma trama qualquer

sabes, sempre quis escrever o enredo perfeito. criar os meus personagens, e vivê-los dentro de mim. ser outro ou outra, que nisso de géneros tanto se me dá como se me deu. quis viver o passado deles e esquece-lo no álcool das festas que vou por conveniência. tu sabes que sempre quis ter outra vida. consegui. hoje já não sou eu. sou um actor de mil palcos. só não sei onde deixei o guião . só não sei o que fazer com este enredo. perdi-me nesta trama. e agora?

Sem comentários: