sábado, setembro 11, 2010

vers l'autre dieu

de onde vens?
que religião é a tua?
onde está o teu deus?
para onde vais?

quando todas as manhãs te sentas ao meu lado,
e oiço apenas a tua voz respirada,
sinto que também ele se senta connosco.

é apenas mais uma viagem, eu sei.
mas o trajecto muda sempre.
não trocamos mais do que olhares.
observas-me.
eu também.
apetece-me perguntar-te algo.
contudo a minha boca não abre. é seca.
tal como a tua terra. longínqua.

amanhã vai ser diferente.
amanhã vou falar. contigo. e com ele.
e vou saber quem tu és.
se anjo. se apenas mais um velho abandonado a si mesmo.
abandonado a um outro deus.

Sem comentários: