domingo, outubro 31, 2010

para onde me levas?

faro '10

para onde me levas, tu?
se sigo a linha que não é mais direita
e pergunto
ao rio que me transborda:
par' aonde me levas, tu?

peço a palavra
mas falas tu.
peço uma ideia
e vives tu.

que farei amanhã?
se só me lembro de ontem.
se és parte dum passado
que segue direito pelo rio,
e se pergunto onde fica a foz
falas-me da enxurrada que vivemos.

é sempre assim o nosso mundo.
de um lado o sol, do outro a lua
e não há forma, não
de chegarmos ao pôr da lua.

e, por isso, hoje vou abanar as correntes com força,
fazer transbordar as águas mortas,
matar a ausência de quem não vive.
que se não quero mais ver a tua felicidade estampada num edital
também não sou mais o herdeiro do teu sorriso em curva.

Sem comentários: