domingo, novembro 14, 2010

[era assim o amor]

Era assim o amor de Neary por Miss Dwyer, que amava um tal de tenente-aviador Elliman, que amava uma tal Miss Farren de Ringsakiddy, que admirava apaixonadamente, e de longe, um tal Padre Fitt de Ballinclashet, que não podia, sem mentir, ocultar uma certa inclinação por uma tal Miss West de Passage, que amava Neary.
- O amor correspondido - continuou Neary - é um curto-circuito.
- Embora seja hediondo, não deixa de ter forma - disse Murphy.
- O amor que ergue os olhos - disse Neary - , martirizado; que implora a uma ponta de dedo mínimo, embebida em verniz da China, que venha refrescar-lhe a língua; você não sabe o que é um amor assim, Murphy, suponho eu.
- Para mi, é grego - disse Murphy.
- Por outras palavras - disse Neary, por outras palavras -, a mácula única e indivisível, brilhante, orgânica e compacta, que trespassa a noite tumultuosa da estimulação heterogénea.
- A mácula sem Cordeiro - respondeu Murphy.

Samuel Beckett in Murphy

Sem comentários: