segunda-feira, abril 25, 2011

ângulo raso

se no passado
foi escolha minha seguir toda uma eternidade
atrás do traço de um carvão 2b
é porque me enganei, porque te enganei, porque nos enganámos.
é que
o lápis azul,
o lápis vermelho
e a folha pautada do caderno a5
eram apenas as peças soltas da mochila de uma criança.
pois ouve, amor,
que neste novo presente
só uso transferidor e compasso
para escrever os nossos ângulos
rasos.

Sem comentários: