domingo, junho 19, 2011

salomé sorriu

salomé gosta de pegar num livro ao acaso. preferencialmente daqueles que se rodeiam de pó. salomé diz que é um sinal de esquecimento. salomé gosta muito daqueles que são esquecidos. os perdidos no tempo. salomé gosta do joão esquecido. procura os joões esquecidos de todas as bibliotecas. de todas as aldeias. de todas as palavras. alzira perguntou a salomé uma vez, e apenas uma só, quem eram os joões esquecidos das palavras. salomé sorriu. era normal que alzira não soubesse. era demasiado nova para o saber. para saber que os ocasos das palavras só surgiam por acaso. salomé sorriu. novamente. e novamente abriu um livro. feliz. como um esquecido.

1 comentário:

Imprensa na rede disse...

Meu nome é Tatiana Dias e trabalho para uma empresa de Comunicação e Marketing, na Espanha. Gostaria de saber se te interessa colaborar com uma campanha de publicidade de um site de classificados gratis em Portugal. Pagamos 40 euros por PayPal pelo trabalho.

Se está interessada na proposta, não deixe de entrar em contato comigo em este mesmo e-mail: tatiana.segala@gmail.com

Atenciosamente,

Tatiana A Dias