quarta-feira, setembro 14, 2011

de portugal à índia passando pelo brasil?

Os escritores portugueses Gonçalo M. Tavares e João Tordo são finalistas do Prémio Portugal Telecom 2011 acabou de ser anunciado.

As obras “Uma Viagem à Índia”, de Gonçalo M. Tavares e “As Três Vidas”, de João Tordo fazem parte das dez obras escolhidas para o prémio que este ano está na 9ª edição e que contempla romance, conto, poesia, crónica, dramaturgia e autobiografia, escritos em língua portuguesa e publicados no Brasil. As outras são de escritores brasileiros: “Em Trânsito”, de Alberto Martins; “O Homem Inacabado”, de Donizete Galvão; “Nada a Dizer”, de Elvira Vigna; “Cidade Livre”, de João Almino; “Ribamar”, de José Castello; “Minha Guerra Alheia”, de Marina Colasanti; “Modelos Vivos”, de Ricardo Aleixo e “Passageiro do Fim do Dia”, de Rubens Figueiredo. O prémio será atribuído em Novembro, em São Paulo. O primeiro lugar receberá 100 mil reais (cerca de 42 mil euros) ; o segundo, 35 mil (14,800 euros), e o terceiro, 15 mil (cerca de 6300 euros). O júri é constituído pelos quatro curadores do Prémio (Selma Caetano, coordenadora, Lourival Holanda, Regina Zilberman e Maria Esther Maciel) e ainda por António Carlos Viana, Benjamin Abdala Júnior, Eneida Maria de Sousa, Luiz Ruffato, Maria da Glória Bordini e Regina Dalcastagné. Na 8ª edição do Prémio, “Leite Derramado” (Companhia das Letras), o quarto romance do compositor e escritor Chico Buarque foi o vencedor, seguido de “Outra Vida” (Alfaguara) o quarto romance do escritor Rodrigo Lacerda e de “Lar,” (Companhia das Letras) do escritor Armando Freitas Filho.

Sem comentários: