sábado, outubro 29, 2011

falsas mentiras

ele repete as mesmas histórias todas as tardes. já o conhecem. quer seja na sapataria, na padaria, ou até no ferreiro. parece que não há maneira das suas mentiras repetidas se tornarem verdades, verdadeiras, verdadinhas. sabes que sinto alguma pena por ele. dizem que é feio ter pena, mas também sei que é mais feio mentir numa mentira. já só quero que ele descubra que o mundo não é uma matemática de 5º ano, daquelas onde menos com menos dá mais. já só quero que ele me desampare a loja que ainda tenho tantos espelhos por cortar.

Sem comentários: