quarta-feira, outubro 19, 2011

O Guerreiro Verde


O Guerreiro Verde - 20 Outubro 2011 - 18h30 - Ler Devagar - LX Factory

«Este livro é o relato da vida de Manuel Pinto. Apesar de ainda só contar quarenta e cinco anos, este portuense, nascido na freguesia da Campanhã, já leva uma vida bem cheia de histórias, peripécias e aventuras, sobretudo desde que em 1988 se fixou em Amesterdão, onde funciona o quartel-general da Greenpeace. Manuel Pinto começou cá por baixo, pela base, como voluntário, quase anónimo, a colaborar em pequenas iniciativas. Os seus conhecimentos de electrónica, aliados a um invulgar espírito engenhoso, ampliados pela capacidade seja de liderar pequenas equipas, seja de planear e organizar acções de maior fôlego, levaram a que fosse cada vez mais requisitado. Espírito generoso, quase juvenil, infatigável e de enorme disponibilidade, meio poliglota, disposto a suportar sacrifícios (alguns bem incómodos, como a violência policial e até a cadeia), tornou-se a pouco e pouco num profissional. E sabe-se como o combate dos movimentos ambientalistas, ecologistas e pacifistas implica cada vez mais uma profissionalização dos seus quadros, sob o risco de perder em eficácia e impacto. Neste mundo globalizado, os combates são cada vez mais duros e intensos, implicando o recurso a meios humanos, materiais e financeiros crescentes – e a Greenpeace, como todos os movimentos de cariz semelhante, procura aliar o pragmatismo à utopia, não devendo descurar nem a lisura nem a transparência de processos.»

José Pedro Castanheira

Sem comentários: