terça-feira, maio 01, 2012

«Parece o fim do mundo»

Em dia feriado gerou-se o pandemónio nos supermercados de maior dimensão da cadeia Pingo Doce, que foram varridos por multidões de compradores. Conflitos entre clientes a tentar passar à frente de outros nas filas para pagar obrigaram em Almada e na Quinta do Mocho, em Loures, mas também na Rua Carlos Mardel, em Lisboa, à intervenção da polícia.

in Público

Hoje é um dia triste para todos os portugueses.  O mais vergonhoso nem foi obrigarem os funcionários a trabalharem naquele que é apenas um dos feriados mais importantes que existe, nem a respectiva coacção que terá existido junto dos trabalhadores, nem mesmo a muito provável prática de dumping do grupo do Soares dos Santos, o mais grave deste dia foi o descontrolo que existiu em todos os supermercados. Dizem que parecia o «fim do mundo» e o problema é mesmo esse. Já são demasiadas familias perto do fim do mundo. Os esforços ultrapassaram o limite há muito e ninguém parece ligar a isso. Até um dia... (link)

Sem comentários: