quarta-feira, outubro 24, 2012

a Luta é um substantivo feminino


La Reprise du Travail aux Usines Wonder - Maio '68 - A luta começa ou continua? Para a Mulher começou há demasiado tempo. Para os operários começou há demasiado tempo. Para o povo começou há demasiado tempo. Maio '68 foi ontem e já parece há demasiado tempo. As vozes enraivecidas, os pregões certeiros e uma sincera vontade de mudar o mundo, tudo demasiado longe. Ontem, como hoje, no fim voltamos todos ao trabalho, à exploração. É triste. Demasiado triste.

Classe de Lutte - Luta de classes é o passo seguinte à consciência de classe. Este documentário mostra, como poucos, a génese desse momento. São as primeiras discussões, as primeiras divagações, as primeiras dúvidas, os primeiros dogmas. E um actor principal, não, uma actriz principal nesta luta que ainda agora começou.

À Pas Lentes - Mais uma vez a luta é uma palavra feminina. Duas mulheres mostram o outro lado da política, da revolta, da luta pelos direitos - masculinos, femininos, universais. Besançon é o lugar, mas podia ser qualquer outra terra eminentemente industrial. A batalha faz-se nas fábricas mas não acaba aí, vivem-se os tempos do Deuxième Sexe e este filme mostra-o como poucos. Felizmente ser mulher deixou de ser apenas sinónimo de esposa e mãe. Este é um retrato pujante deste período.



Sem comentários: