sexta-feira, outubro 05, 2012

do simbolismo

Uma cerimónia «escondida» do povo. Um discurso não realista do Presidente. Uma ausência do Primeiro-Ministro. Uma oposição (finalmente) feita por quem não era suposto ser oposição. Uma mulher que dá voz (e gritos) ao povo. Uma fuga do Presidente e de outras lapas. E uma bandeira ao contrário. Pobre República esta.

Sem comentários: