segunda-feira, outubro 22, 2012

O governo pede...



a realidade cumpre(-se). Pena é que aconteça só nalgumas coisas. Pena é que os portugueses não comprem carros aos molhos.  Pena é que os pobres lusos não fumem como chaminés. Pena é que não sejamos todos empreendedores, com dinheiro alheio, pois claro. Pena é que a realidade insista em não bater certo com o ficheiro excel. 


«Em 2011, mais de 100 mil portugueses procuraram oportunidades de trabalho fora do país. Um ano depois, perante uma taxa de desemprego de 15,0%, os portugueses continuam a apostar na emigração, mas para fora da Europa, e nem sempre de forma legal, alertou nesta segunda-feira o secretário de Estado das Comunidades, José Cesário.»

O que me preocupa mais é a forma quase atabalhoada, resultado da pouca preparação, com que a emigração está a acontecer. Mais do que procurar um futuro melhor, muitos portugueses procuram apenas garantir a existência de um presente. 

Sem comentários: