quarta-feira, outubro 24, 2012

Riscos (thai)

Ashes - Memória. Amor. Experiência. Teste. Desfragmentação. Lomo. Tudo solto, abandonado e perdido. Um filme tailandês ou uma narrativa universalista? São 20 minutos não lineares e, contudo, há ali tanta coisa que faz sentido. Não são cinzas o que compõem a nossa memória, são migalhas.

Mekong Hotel - Que caos. Podia ser um hotel perdido nas margens do Mississippi ou um daqueles motéis junto a mais uma estrada-nacional-não-identificada. Mekong Hotel podia ser tudo isso. Mas não. É um caos de ficção e realidade, uma amálgama de personagens e ideias, um... estranho documentário. Não sei o que sinta. Não gosto disso. De não respostas e não percepções. De não histórias. Um caos, e este não é calmo.

Sem comentários: