sábado, março 09, 2013

a bola foi ao poste

não foi golo, muito menos autogolo, a bola foi apenas ao poste. é hora de festejar ou celebrar, aproveitar o momento e repensar. é, sem dúvida, momento de -ar, -er, -ir-, -or, dos verbos, do infinitivo, de tudo o que seja agir. a bola não passou a linha, nem a minha assinatura ficou sobre a linha, isso é certo, ponto final. é hora de mudar, de pensar noutros caminhos, de tentar outras coisas. gosto de escrever, de ler, de procurar e de conhecer. a bola não passou a linha, mas foi parar a outro campo, para já vou jogar uma brincadeira nova, depois logo se vê. a bola não passou a linha, todavia, mudou muita coisa. vamos a isto?

Sem comentários: