quarta-feira, setembro 04, 2013

questionário breve

é tudo uma questão de expectativas, dizia-lhe a avó. ela sempre fora assim, com os pés bem assentes na terra aguentando um segundo marido abominável. 
é tudo uma questão de memória, ou da falta dela, garantia-lhe o irmão. é simples, é só esquecer que os dias são cada vez mais longos e difíceis.
é tudo uma questão de perfeição, afirmava o pai. ou és perfeito, ou apenas o procuras ser e aí o consciente não perdoa. serás um fracassado, filho.
é tudo uma questão de tempo, sussurrava-lhe a mãe. é ignorar a urgência de viver, o não ter tempo para aprender. é aprender a viver, filho. 
é tudo uma questão de relativo-absoluto-sintético-analítico, só faltava alguém dizer. 
o que lhe doeu mais foi descobrir que a sua vida foi um desolador inquérito de verão e nem quando a virou ao contrario encontrou respostas. 

Sem comentários: