sexta-feira, novembro 07, 2014

VII

são seis da manhã, a plataforma está deserta, o café abre daqui a pouco e o comboio que não chega. duas mochilas, dois sacos e dois livros. a vida é assim feita aos pares, mesmo quando nos falta um. não houve despedidas, nem mesmo um "força, vai correr tudo bem, vemo-nos no natal." aquele silêncio musicado, como sempre. estavas no escritório e eu apenas me despedi da casa, olhei pela janela para o cipreste lá de fora, engoli em seco, bebi um último copo de água gelada e saí. espero não voltar mais a esta casa, é este o meu sonho. 

Sem comentários: