quarta-feira, novembro 15, 2017

lago espejo

el amanecer, de carlos di sarli. a música deles a passar no rádio que pedrito comprou lá para casa há mais de 30 anos. eram novos, tinham sonhos. e os sonhos tinham pernas para andar. hoje não têm nem sonhos nem pernas. pedrito perdeu-as num aparatoso acidente na estrada descontrolada de quem vem de espejo chico. vinha rápido, ansioso, perdido de amores. calculou mal a curva, caiu de coração ribanceira abaixo. eva lembra-se de tudo desse dia. do beijo baunilha dessa manhã, do café quente por beber, da vestido flor que esvoaçou até à porta, dos óculos tortos do polícia que apagou as luzes. dez pesados anos se passaram até eva se deixar conquistar pelos diabetes. chocolate em chocolate até ao sofá final. de frente para a janela, de mãos dadas, de silêncios repletos e a canção deles a ecoar pela casa fora. pedrito e eva lado a lado, como sempre, para sempre.

Sem comentários: